Tudo que um Advogado precisa saber sobre Linkedin

Marketing JurídicoPara Correspondentes JurídicosPara EmpresasPara Escritórios
Por 26 de novembro de 2018 Sem Comentários

Fizemos um post um tempo atrás sobre boas práticas de LinkedIn e dessa vez resolvemos escrever sobre LinkedIn 2.0: Tudo que um Advogado precisa saber sobre LinkedIn, dada a importância do assunto. Como está o seu LinkedIn atualmente?

Tudo que um Advogado precisa saber sobre Linkedin

Tudo que um Advogado precisa saber sobre LinkedIn

Essa pergunta normalmente vem com o seguinte pensamento: “Preciso muito arrumar o meu LinkedIn”. Realmente, hoje em dia muitos profissionais acabam deixando de lado o LinkedIn mas esquecem que ele é uma ótima ferramenta de trabalho, bom, vamos mostrar alguns números:

Hoje em dia o LinkedIn tem mais de:

– 590 milhões de usuários ativos;

– 30 milhões de empresas estão no LinkedIn

– 46 milhões de estudantes ativos;

– 13K funcionários;

– 20 milhões de empregos compartilhados;

– 50K competências cadastradas;

O LinkedIn está disponível em mais de 24 idiomas e tem uma entrada média de 2 usuários novos a cada segundo!

Cerca de 70% dos usuários do LinkedIn são de fora dos Estados Unidos e o Brasil está em quarto no ranking mundial! Ficando atrás apenas dos EUA, Índia e China, tendo mais de 35 milhões de usuários ativos.

Convenci você da importância de ter um LinkedIn atualizado? Vamos então aprofundar o assunto: Tudo que um Advogado precisa saber sobre LinkedIn?

Bom vamos separar em tópicos para você tornar o seu perfil como um perfil campeão!!

Palavras-chaves

Esse talvez seja o ponto mais importante desse post Tudo que um Advogado precisa saber sobre Linkedin. Primeiramente, você precisa separar as palavras-chaves que precisam estar presentes no seu perfil, ou seja, aquelas palavras que descrevem você e que você espera que ser encontrado quando alguém usar elas nos campos de busca. O LinkedIn é diferente de um currículo, porque você precisa usar o LinkedIn para ser achado, e para isso que servirão as palavras-chaves.

A rede procura as palavras-chave ao longo de todo o perfil do candidato, por isso as palavras-chave precisam ser utilizadas tanto no seu resumo quanto nas experiências profissionais.

Boa foto

Outra dica do nosso post Tudo que um Advogado precisa saber sobre LinkedIn é a escolha de uma boa foto para o seu perfil. A foto faz uma enorme diferença, principalmente se for escolhida corretamente, por isso, prefira fotos:

– Retrato

– Sem exposição do corpo

– Utilizando roupas que estejam de acordo com o que você quer passar

– Fotos que tenham uma boa qualidade

– Esqueça fotos de casal, o LinkedIn é para o uso profissional!

– O uso de fotos em preto e branco também é bem recomendado.

Quer saber se a sua foto está adequada?

O snappr pode lhe ajudar! Porque ele tem um algoritmo que avalia a qualidade da sua foto para a rede. Para descobrir a sua nota, basta acessar pelo navegador (snappr.co/photo-analyzer) e fazer o loggin com a sua própria conta do LinkedIn. E a página irá exibir o resultado na sua tela, incluindo, inclusive, sugestões de melhoria.

O snappr irá fazer a análise de três pontos principais: rosto, composição e edição. A ideia do aplicativo é testar várias fotos para ver qual irá se sair melhor, quanto maior a pontuação, mais adequada ela será para o seu perfil no linkedin.

Personalize o seu Endereço Eletrônico

Vamos para a próxima dica do nosso post Tudo que um Advogado precisa saber sobre LinkedIn: O endereço eletrônico. Quando você se cadastra no LinkedIn, um endereço eletrônico é criado automaticamente, contendo número e letras. Sendo assim, você precisará ajustar esse endereço eletrônico para ser encontrado mais facilmente. Para fazer isso, você precisa:

– Clique no ícone “eu”, na parte superior direita da página principal do linkedin;

– Escolher “Visualizar perfil” e depois, “Editar seu perfil público”, ao lado direito da tela;

– Faça a mudança em “Editar a URL do seu perfil público”. Exemplo: www.linkedin.com/im/seunome

– Salvar as alterações.

Bom Resumo profissional

Ter um bom resumo profissional é tão importante quanto ter habilidades, competências e reciclar conhecimentos, porque é visto continuamente por quem entra no seu perfil, ou seja, ele não ficaria nunca de fora do nosso post Tudo que um Advogado precisa saber sobre LinkedIn. Um ponto bem importante é que o seu resumo não pode ser um Ctrl C+ Ctrl V do seu currículo vitae. Você pode claro usar o seu CV para construir o seu resumo mas ele não deve ser uma cópia.

Por isso, tenha em mente o seu objetivo, o que você espera para os próximos anos, porque você o faz? Por que o seu próximo empregador deve escolher você? Quais são os seus diferenciais diante os seus concorrentes?

Os profissionais de RH consideram o “resumo de perfil” como um dos pontos mais importantes de um perfil no LinkedIn. E para isso, você precisará usar bem os caracteres disponíveis! Utilize-os para mostrar a sua personalidade, as suas competências, instigando o leitor a conhecer mais sobre as suas habilidades, formações e experiências.

Para construir o seu perfil pense em 3 pilares: Impacto, engajamento e empatia!

  • Impacto: Conte sobre as suas atuações, seus projetos, seus processos. Para esse momento é importante que você explore os resultados obtidos ao longo da sua trajetória profissional.
  • Engajamento: Disponibilize os seus contatos para a pessoa conversar mais com você, se ela achar o seu perfil interessante.
  • Empatia: Acima de tudo, seja você mesmo. Se mostre como um profissional que valoriza a vida pessoal, evidenciando hobbies e estilo de vida, a ideia é criar vínculo com os leitores, fazendo com que pensem: “Opa, essa pessoa é interessante”.

Tudo que um Advogado precisa saber sobre Linkedin

Lembra das palavras-chave?

É, aqui elas não ficam de fora mesmo! O seu perfil no LinkedIn é uma web-page, ou seja precisa ser construída através de palavras-chave! Por exemplo, se você quiser ser conhecido como “Advogado Trabalhista” essas palavras precisam estar, obrigatoriamente no seu resumo.

Experiências

Não se esqueça de cadastrar tanto as suas experiências anteriores quanto as experiências atuais, ou seja, onde você está trabalhando atualmente. Aqui você precisa descrever as suas principais atividades e responsabilidades, podendo escrever em texto corrido ou então através de tópicos de listagens, também focando nas palavras-chave que você deseja ser procurado.

Não se esqueça de adicionar os principais resultados conquistados em cada uma das experiências, como projetos desenvolvidos, número de causas ganhas e etc.

Competências

Esse é o campo que você irá destacar os seus pontos fortes, no que você se destaca e por quais empresas e experiências que você já passou. A ideia é que você selecione no mínimo 5 competências que o LinkedIn oferece para você adicionar no seu perfil. Você pode mesclar competências técnicas e comportamentais.

Além disso, as suas conexões poderão sugerir outras competências que podem não estar cadastradas, aceite as que fazem sentido para você.

Artigos ou Postagens

Segundo Jeff Weiner, CEO do LinkedIn, a rede social deixou de ser um site para as pessoas procurarem emprego. Os usuários buscam conteúdos confiáveis através da rede, buscam compartilhar informações e se nutrir de conteúdos relevantes.

“Diria que, até algum tempo, o LinkedIn era um lugar para colocar o seu conteúdo online. Mas isso mudou. Não somos mais apenas um site de emprego. Há alguns anos, percebemos que teríamos mais valor como negócios se investíssemos também em conteúdos voltados para profissionais”

Jeff Weiner

Por isso, utilize a rede para compartilhar conteúdos relevantes, conteúdos bons, conteúdos informativos. Você pode utilizar dois meios: ou a postagem, que é destinada para posts menores, que você pode compartilhar links, compartilhar postagens e comentar em cima delas. Ou através de artigos, que você pode escrever diretamente no LinkedIn, citando outros autores, destacando partes do texto e etc.

Um ponto importante! Sempre que você compartilhar uma publicação, busque fazer um comentário em cima dela, complementando a publicação, deixando claro o seu ponto de vista, não apenas compartilhando por compartilhar, isso não é bom também.

Se você optar por escrever artigos, escolha temas que você tem familiaridade e que você se sente confortável para expor a sua opinião. Outra dica é aproveitar o momento, ou seja, aproveitar temas que estão sendo debatidos no momento e mostrar o seu ponto de vista, com argumentos que defendam a sua tese.

Como posso verificar a Qualidade do meu Linkedin?

Falamos bastante sobre os itens necessários para você melhorar o seu perfil no linkedin. Mas você quer saber como está o seu índice de qualidade? É possível descobrir a sua nota através do link (https://www.linkedin.com/sales/ssi). Esse link avalia o seu perfil em comparação aos outros usuários da sua rede, e também a outros usuários da mesma área que você. Verificando os seguintes pontos:

  1. Como você está em relação a sua marca profissional;
  2. Se você está localizando as pessoas certas;
  3. Se você está interagindo e oferecendo insights;
  4. E se você está cultivando bons relacionamentos;

Tudo que um Advogado precisa saber sobre Linkedin

Boas Práticas

Separamos aqui no final do nosso post algumas top dicas práticas para finalizar o post Tudo que um Advogado precisa saber sobre LinkedIn!

  • Dica 01: Siga sempre as empresas onde gostaria de trabalhar, potenciais parceiros e até concorrentes.
  • Dica 02: Crie grupos na sua área de especialidade ou nas suas áreas de negócio.
  • Dica 03: Dê parabéns para os membros das suas redes quando eles iniciam novas funções profissionais, afinal, linkedin é uma rede profissional de relacionamento.
  • Dica 04: Personalize as mensagens na hora de convidar alguém para fazer parte da sua rede.
  • Dica 05: Compartilhe conteúdo e conhecimento com a sua rede. Mostre suas expertises e marque presença e, claro, dialogue com a sua rede.
  • Dica 06: Nunca coloque a palavra desempregado no seu perfil.
  • Dica 07: Mude a as foto do perfil periodicamente, demonstrando, claro profissionalismo na sua escolha.
  • Dica 08: Recomende pessoas e peça também recomendações.

O que precisa ser evitado:

  • Erros de digitação no perfil;
  • Você não ter boas recomendações;
  • Não participar ativamente de nenhum grupo no linkedin;
  • Você não ter preenchido o seu resumo profissional;
  • Não ter foto de perfil;
  • Você ter uma foto de perfil mas ser uma foto com outra pessoa;
  • Você não personalizar mensagens;
  • Você não ter o perfil anônimo quando quer “stalkear” alguém em específico

Está procurando dicas de LinkedIn para o seu escritório de Advocacia? Fizemos outro post que foca na parte de Company Page, ou seja, linkedIn para empresas. Para acessar, você pode clicar aqui.

Gostou do nosso post Tudo que um Advogado precisa saber sobre LinkedIn? Deixe um comentário aqui embaixo.Tudo que um Advogado precisa saber sobre Linkedin

 

Barbara Dotti

Barbara Dotti

Bacharel em Engenharia de Produção pela PUCRS em formação. Integra atualmente o nosso time de Marketing e é uma das responsáveis pela comunicação da DOC9 com a nossa Rede de Advogados. Trabalha com projetos de comunicação, planejando e construindo fluxos inteligentes que priorizam a humanização da marca com a sua rede de clientes. Criação de conteúdos épicos via Inbound Marketing, buscando propor soluções para a nossa rede de clientes, explorando temáticas que vão muito além do dia a dia de um escritório de advocacia.

Deixar um Comentário