OKR’s: O que são e como implementá-los no seu negócio jurídico? 

GestãoPara Empresas
Por 21 de junho de 2019 Sem Comentários

O mercado é um lugar com mudanças constantes, onde se você não se mantem em atualização constante você não avança. O mundo muda e o mercado muda, assim tendo que se adaptar as necessidades de seus consumidores. Porém, o mercado jurídico sempre se manteve inerte, inabalável e com poucas mudanças, empresas e escritórios sempre mantinham métodos de gerenciamento tradicional. O problema é que, até pouco tempo atrás, se manter em um modelo tradicional de negócios deixou de ser eficaz assim como manter métodos de gerenciamento tradicionais.

OKR’s: O que são e como implementá-los?

Planejamento e execução de tarefas empresariais sempre foram um desafio, sendo ainda mais complexo em um mercado competitivo e saturado de empresas, profissionais e escritórios como o mercado jurídico. Ter uma estratégia consolidada é algo essencial para o andamento de qualquer empresa. Muitas organizações ainda se mantem limitadas, achando que seus objetivos são apenas gerar lucro, o que acaba causando o desabamento das mesmas. E pelo fato de métodos tradicionais não serem tão efetivos, foi quando criaram os OKR’s. Entenda porque implementar OKR’s no seu negócio jurídico.

Mas o que são OKR’s?

Objectives and key results (OKR’s) é uma metodologia de gestão criada por Andrew Grove, o ex-CEO da Intel. O objetivo do uso de OKR’s é a simplificação dos objetivos da empresa fazendo assim com que fique claro para todos os funcionários. Essa metodologia é usada na Google desde 1999, quando tinha apenas 40 funcionários. Se você ainda tinha dúvidas sobre OKR’s espero que a Google consiga convencê-lo.

OKR’s tem como base atingir um objetivo enquanto alcança diversos pequenos resultados, onde o objetivo é qualitativo e os pequenos resultados são quantitativos. É importante que os OKR’s sejam possíveis de implementar e visualizar durante o dia-a-dia de sua empresa, podendo ser algo ambicioso porém realista.

Como posso implementá-los?

Para aplicar OKR’s, é necessário entender e reformular a forma de gerenciamento atual de sua empresa, assim compreendendo como essa inserção será feita. O grande objetivo é implementar os OKR’s de forma que se tornem parte da cultura da empresa, garantindo que todos acompanhem constantemente essas metas, assim os gestores irão ter uma melhor percepção do negócio e como ele funciona no cenário atual de sua empresa dentro de cada setor. Assim sendo possível realizarem ações para se adaptar, evitando erros e aumentando os resultados de acordo com as necessidades de sua organização.

As metas dos OKR’s são analisadas do ponto de vista micro e do ponto de vista macro. Por exemplo:

Objetivo Macro: Aumentar em X% o número de diligências comparado com o ano anterior;

Objetivo Micro: Aumentar em X% o número de casos bem sucedidos, diminuir em X% o índice de erros e aumentar X% a quantidade de visualizações do seu site.

É importante que os objetivos sejam mensuráveis, sem definir nada amplo, assim fazendo com que todos identifiquem se estão ou não batendo suas metas. E com pequenas metas sendo batidas, sua equipe sabe quando estão prestes a bater a meta principal.


Leia também:


Por que usar OKR’s?

Mesmo depois disso tudo você ainda não se convenceu e está com dúvidas sobre a eficácia dos OKR’s? Bom, os OKR’s são modelos de gestão com regras totalmente inflexíveis, sendo impossível de burlar as regras, possuindo um modelo totalmente não sistemático, bem diferente dos modelos de gestão tradicionais. Além da clareza e simplicidade das metas, elas são definidas para períodos mais curtos, geralmente feito de forma trimestral.

Os resultados precisam ser reportados semanalmente, assim garantindo controle constante e exato da situação atual de cada setor, assim facilitando uma previsão do que vem futuramente. Assim, todas as decisões que são tomadas são baseadas em dados, nada vem de forma impulsiva e sem uma estrutura pré-definida.

Como é possível perceber, os OKR’s não são apenas promessas que empresas fazem e esperam seus funcionários realizarem tarefas para alcança-las. Sem um fluxo regular de acompanhamento e análise, essa metodologia não vai para frente, porém é muito mais fácil perceber e contornar erros e movimentando todos dentro da empresa para alcançar suas metas. E por causa do acompanhamento constante, clareza de objetivos e resultados que os OKR’s são tão eficazes e se diferenciam dos métodos tradicionais.

qualidade+segurança-advogado-correspondente

Barbara Dotti

Barbara Dotti

Bacharel em Engenharia de Produção pela PUCRS em formação. Integra atualmente o nosso time de Marketing e é uma das responsáveis pela comunicação da DOC9 com a nossa Rede de Advogados. Trabalha com projetos de comunicação, planejando e construindo fluxos inteligentes que priorizam a humanização da marca com a sua rede de clientes. Criação de conteúdos épicos via Inbound Marketing, buscando propor soluções para a nossa rede de clientes, explorando temáticas que vão muito além do dia a dia de um escritório de advocacia.

Deixar um Comentário