O que não fazer nas redes sociais de seu escritório de advocacia

Marketing JurídicoPara Escritórios
Por 5 de junho de 2019 Sem Comentários

Em diversos outros posts, como este, falamos sobre dicas para estruturação e organização de redes sociais para escritórios de advocacia. Neste, no entanto, vamos falar sobre alguns erros crassos que podem ser cometidos no marketing digital de uma empresa. Estas são as nossas recomendações do que não fazer nas redes sociais do seu escritório.

o-que-nao-fazer-nas-redes-sociais-de-seu-escritorio-de-advocacia-advogado-correspondente-juridico-doc9

Execução mal-acabada

Como imagem digital de seu escritório, é preciso uma atenção dupla para a identidade visual nas suas redes sociais: no seu Facebook, por exemplo, a foto de capa deve condizer com a foto de perfil, e as postagens devem manter um padrão, e procure sempre utilizar os arquivos na melhor qualidade. Falando em postagens, procure ter uma constância nelas. Monte um calendário para ter uma periodicidade em suas publicações.

Pense em como alguém, talvez um potencial cliente, pensa ou reage ao ver as redes sociais de uma empresa que não toma cuidado com a estética de seu perfil ou página, tem publicações completamente aleatórias, ou mesmo sem qualquer post relevante. Certamente, a impressão passada nesse caso é de descuido e falta de atenção, ou mesmo incompetência, e não é esta a imagem desejada para seu escritório.

Relações públicas ruins ou inexistentes

A principal função e vantagem das redes sociais foi abrir um espaço de interação constante. Isso abriu precedentes para que o público que vê uma propaganda, ou recebe um conteúdo, pudesse não apenas reagir imediatamente àquilo, mas também expressar-se publicamente diante da mensagem recebida.

Claro, existe a opção de desabilitar comentários no Facebook, por exemplo. No entanto, isso geralmente também acaba passando uma mensagem para os visualizadores da sua página ou perfil, que diz “não queremos ouvir opiniões alheias sobre nossas publicações”, e isso tende a não ser uma postura bem recebida. Da mesma forma, empresas que ignoram os comentários, especialmente os negativos, ou os respondem mal, têm a mesma impressão do público.

No mundo contemporâneo, que qualquer deslize ou controvérsia tem alto potencial de se tornar uma polêmica, todo cuidado nas relações públicas das redes sociais de seu escritório é pouco. Por isso, não deixe a seção de comentários de uma postagem se transformar num ringue de luta: responda reclamações e críticas com elegância, educação e passividade, e rapidamente leve a conversa para as mensagens privadas, ou até mesmo para e-mail e telefone, se necessário.


Leia também:


Evite polêmicas

Por vezes, um cliente muito insatisfeito pode ser o motivo de um comentário negativo nas suas redes sociais. Por outras, o próprio conteúdo da postagem pode ser o motivo de fúria de um internauta. Comentários negativos podem ser imprevisíveis, mas há certos tópicos que com toda certeza renderão algum grau de dor de cabeça.

Clichê, mas real: evite tópicos como política e religião. Fora compartilhamento de determinadas notícias à cerca do assunto, sempre no tom mais imparcial possível, conteúdos desse gênero podem gerar perdas de leads ou clientes já estabelecidos.

Não inunde a timeline alheia

Como falamos ao longo do texto, é importante ter um calendário e rotina de postagens. Isso não necessariamente significa que a quantidade de postagens deve ser alta. Não existe uma regra exata para números nesse sentido, apesar de o recomendável é, no mínimo, 5 ou 6 posts por semana. Assim como deve ser cuidado uma quantidade mínima, deve também haver um número máximo para suas redes sociais, afim de não irritar o público ou mesmo tornar seu conteúdo obsoleto.

Erros de português

Pode parecer óbvio, mas não custa o aviso: cheque três ou mais vezes a gramática de seus textos. O ideal é ter algum cuidado mais específico quanto à sintaxe e afins, mas na correria do dia-a-dia nem sempre é possível, ou mesmo necessário, fazer uma construção frasal primorosa. Apesar disso, erros gramaticais, mesmo que muito comuns nas redes sociais, em um perfil profissional são inaceitáveis. Tente fazer com que a publicação seja revisada por duas ou mais pessoas antes de ir ao ar, afim de minimizar a chance de erros passarem desapercebidos.

De forma geral, tente seguir sua intuição: se algo parece inadequado ou antiprofissional, é sempre mais seguro não publicar. Todos estão ligados o tempo todo nas redes sociais e, se algo vai ao ar, mesmo que oficialmente deletado, dificilmente terá desaparecido definitivamente, afinal, todos têm acesso ao conteúdo. As redes sociais são a identidade digital de seu escritório, se ela estiver manchada, seu negócio também estará, portanto, há de se ter muito cuidado e esmero na lida desta área.

qualidade+segurança-advogado-correspondente

Lucas Nishimura

Lucas Nishimura

Bacharel em Design Visual pela ESPM em formação. Integra atualmente o nosso time de Marketing e é uma das responsáveis pela comunicação da DOC9 com a nossa Rede de Parceiros. Responsável majoritariamente pela comunicação com parceiros, com foco na realização de treinamentos, tanto em PDF como em vídeo.

Deixar um Comentário