A importância de aplicativos próprios para escritórios de advocacia

Para EscritóriosTecnologia Jurídica

Na era do mobile e das informações rápidas, grandes empresas e escritórios de advocacia, não podem se dar ao luxo de não evoluírem constantemente. Por causa disso, tornou-se cada vez mais comum a criação de ferramentas que facilitam e agilizam a comunicação direta com o cliente, não apenas de modo informal, como é o caso da utilização do Whatsapp. Muitos desses escritórios e empresas acabaram investindo em aplicativos próprios e, assim, trazendo uma série de benefícios para eles mesmos e para seus clientes. Mas por que investir em aplicativos próprios?

a importância de aplicativos próprios para escritórios de advocacia

A importância de aplicativos próprios para escritórios de advocacia

Antes de pensar em criar aplicativos próprios, é necessário ter uma demanda constante: o mais importante é que esse aplicativo seja útil para clientes que possuem uma alta demanda, que são os que mais usarão seu aplicativo. É importante fazer essa análise pelo fato de que, caso a maioria dos seus clientes tenham apenas demandas pontuais, aplicativos próprios deixam de ser interessantes e acabam se tornando um empecilho. Caso a demanda de seus clientes seja algo frequente, a criação de aplicativos próprios se torna algo extremamente atrativo. A utilização de aplicativos próprios acaba trazendo uma série de vantagens, sendo elas:

Agilidade

A maior vantagem da utilização de aplicativos próprios é a agilidade mas, para isso, seu app deve ser de fácil utilização, onde o cliente pode solicitar uma diligência em apenas alguns cliques. O maior objetivo é facilitar a comunicação e aumentar velocidade de realização de pedidos.

Controle e segurança

Aplicativos próprios trazem maior credibilidade para um escritório de advocacia. A causa disso é o controle que isso pode trazer para o solicitante e para o próprio escritório, o que acaba gerando a sensação de segurança para seu cliente. O controle das informações das solicitações em seu aplicativo é muito importante, precisando ser algo de fácil acesso e contendo todas as informações necessárias, como dados da demanda e andamento das diligências.

Controle interno

Aplicativos próprios possuem a vantagem de ter a possibilidade de vínculo com seu sistema interno. Não é necessário que aplicativos próprios sejam focados exclusivamente para clientes, seus colaboradores também podem usufruir dessa ferramenta. É muito comum que seus advogados fiquem o dia inteiro na rua, tornando difícil o acesso ao sistema caso não tenha opção mobile, o aplicativo facilita a rotina destes colaboradores. Além disso, muitos escritórios trabalham com advogados correspondentes e, como sabemos, advogados correspondentes estão sempre se locomovendo, um aplicativo acaba sendo um facilitador para estes profissionais.


Leia também:


O impacto que aplicativos próprios causam, quando são bem feitos, é muito grande, podendo facilitar a rotina de todos e movendo seu escritório para o futuro. Mas é importante se atentar a algumas coisas, não bastando apenas um aplicativo funcional, é necessário ter um estudo de design, UX e garantia que a usabilidade seja otimizada. Após conferir todos estes tópicos e garantir a estabilidade do aplicativo, ele deve ser inserido no dia a dia de seu escritório com calma até o momento em que se torne insubstituível.

qualidade e facilidade

José Eduardo Oliveira

José Eduardo Oliveira

Bacharel em Produção Multimídia pelo Senac-RS em formação. Integra atualmente o nosso time de Marketing e é um dos responsáveis pela comunicação com a nossa Rede de Advogados Correspondentes. Trabalha com projetos de desenvolvimento da nossa Rede de Correspondentes, buscando soluções, melhorias e conteúdos que impactem a vida dos Advogados de uma forma positiva. Busca mesclar dicas de produtividade com a rotina corrida dos correspondentes jurídicos, para, então, criar processos e melhorias no fluxo de comunicação da nossa rede de profissionais.

Deixar um Comentário